A SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência realizou duas etapas de consultas às sociedades científicas para a escolha de nomes para compor as listas tríplices para o Conselho Deliberativo do CNPq nas grandes áreas de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias; Biológicas e da Vida e Humanas e Sociais.


Cinco listas tríplices resultantes foram encaminhadas dia 04/06/2020 ao presidente do CNPq com a informação do número de indicações recebidas em cada nome, que as submeterá ao Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações a quem compete a escolha final dos novos membros do CD do CNPq


O Conselho Deliberativo é o órgão máximo de deliberação do CNPq e é composto por representantes da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), das comunidades científicas – como a SBPC e a Academia de Ciências Brasileira -, da comunidade tecnológica e empresarial e dos servidores do CNPq.


O processo de escolha das listas contou com uma etapa inicial onde 70 entidades científicas (de um total de 149) enviaram indicação de nomes, sendo 27 da área de Ciências Biológicas e da Saúde, 28 da área de Ciências Humanas e Sociais e 15 da área de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias. Num segundo momento, 93 sociedades científicas participaram do processo final de indicação das listas tríplices.


A Presidenta da ANPOCS – Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, e Professora Titular do Departamento de Antropologia na Universidade Federal de Santa Catarina, Miriam Grossi, foi a mais votada nas duas etapas na área de Ciências Humanas e Sociais e, portanto, encabeça uma das duas listas tríplices da área. A outra lista será encabeçada pelo Professor de Teoria Literária da Universidade Estadual de Londrina e atual presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL), Frederico Garcia Fernandes.


A Profa. Miriam ressalta que "o resultado da eleição reflete a sólida articulação das Ciências Sociais, que atuam no grupo A4 (ABA, ABCP, SBS e ANPOCS) e das áreas de Humanidades organizadas em torno do Fórum de Ciências Humanas, Sociais, Sociais Aplicadas, Letras e Artes (FCHSSALA) na luta pela defesa e valorização destas áreas no campo das políticas de ciência e tecnologia. Neste momento de desmonte das políticas cientificas, de exclusão de nossas áreas de editais e da importância de politicas sociais de enfrentamento à pandemia do Covid 19, nossa atuação se configura como extremamente importante e pertinente."



As listas da área de Ciências Humanas e Sociais encaminhadas ao CNPq são as seguintes:


Lista 1:

MIRIAM PILLAR GROSSI (45 votos)
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Antropologia, Universidade Federal de Santa Catarina, (UFSC)

DALILA ANDRADE OLIVEIRA (35 votos)
Faculdade de Educação, Departamento de Administração Escolar da Univ. Fed. Minas Gerais (UFMG)

ANTÔNIO THOMAZ JUNIOR (19 votos)
Faculdade de Ciências e Tecnologia de Presidente Prudente da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)


Lista 2:

FREDERICO GARCIA FERNANDES (37 votos)
Universidade Estadual de Londrina (UEL)

MARCOS SEVERINO NOBRE (24 votos)
Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia, Univ. Est. Campinas (UNICAMP)

ROSELI APARECIDA FIGARO PAULINO (17 votos)
Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP)