Carta de boas-vindas

Caras(os) colegas,

Esta mensagem de boas-vindas ao 43º Encontro Anual da ANPOCS, ao invés de, como em anos anteriores, anunciar a programação do evento, pontuará justamente a importância de sua realização, com a magnitude de costume, em um contexto sociopolítico e econômico muito adverso à ciência, em geral, e às ciências sociais, em particular.

Neste contexto, que inclusive será objeto de várias atividades do Encontro, a sua própria realização se viu ameaçada por cortes de verbas de agências que historicamente o financiavam e que também atingiram vários programas filiados, docentes, pesquisadoras(es) e estudantes. Portanto, e antes de mais nada, agradecemos a participação de todas(os), pois sem suas contribuições individuais o evento não se viabilizaria, bem como pedimos sua compreensão e solidariedade diante de algumas novas limitações logísticas.

Diante desse quadro, entendemos que, mais do que um Encontro de quatro dias, esta reunião deve ser um marco na afirmação da ANPOCS como associação estrategicamente articuladora das ciências sociais. Seu papel, além de propiciar um encontro anual, deve e precisa ser o de protagonizar trocas constantes entre a antropologia, a ciência política, a sociologia e áreas afins em prol de produções interdisciplinares cada vez mais intensas e qualificadas.

É nessa direção que a atual diretoria vem agindo, desde janeiro deste ano, não apenas no que diz respeito ao 43º Encontro – que se propõe mais inclusivo e acessível a colegas de regiões distantes do país e com perfis que historicamente dificultam seu acesso ao meio acadêmico –, como também no que se refere ao reforço da parceria com a ABA, ABCP, SBS e ao protagonismo dessas entidades na articulação com a SBPC, em audiências públicas no Congresso Nacional, em diálogo com diferentes organismos de financiamento e em diversas manifestações realizadas em defesa da educação e da ciência brasileiras.

Os tempos atuais nos exigem firmeza na defesa de direitos arduamente conquistados e frontalmente ameaçados. O empenho para, apesar dos muitos pesares, estarmos aqui reunidas(os), deve sinalizar a nossa resiliência, a nossa força e a nossa capacidade de lutar pela garantia desses direitos, especialmente no campo que diretamente nos compete: a pós-graduação e a pesquisa em ciências sociais.

Que este 43º Encontro Anual da ANPOCS seja, para todas(os) nós, um tempo de renovação de esperanças e de energias graças à solidariedade e aos diálogos que desenvolveremos ao longo da semana.

Novamente, sejam muito bem-vindas(os)!

A Diretoria